quarta-feira, 9 de maio de 2018

Grupo de Apoio de Caçador participa do 4º Encontro Catarinense sobre a Doença de Parkinson

8 de Maio de 2018 - O evento foi organizado pela Associação Parkinson de Santa Catarina (APASC) e o Núcleo de Estudos da Terceira Idade (NETI) da Universidade de Santa Catarina

O Grupo de Apoio as Pessoas com Parkinson de Caçador (GRAPP marcou presença no 4º Encontro Catarinense sobre a doença de Parkinson em Florianópolis-SC, realizado de 03 a 05 de maio. O Grupo foi representado pela professora Dayane Carla Borille e acadêmica Gabriela Frigotto, do curso de Enfermagem da UNIARP e pela professora Sandra Elisa Muncinelli, representando o Município de Caçador e a UNIARP.

Também participaram do Encontro, Nelson dos Santos, que foi diagnosticado com Parkinson há 6 anos, sua esposa e cuidadora Inês Salete dos Santos e Jordana Paim da Silva Moraes, pedagoga voluntária que atua no GRAPP desde a sua formação.

O encontro trouxe profissionais da área da saúde de renome estadual e nacional, para debater assuntos sobre: o que acontece no cérebro de uma pessoa com Parkinson, a importância da Medicação, da atividade física e da fisioterapia, o cuidado com a voz e. Também trouxe depoimentos de pessoas com Parkinson entre eles a cientista e pesquisadora Danielle Ianzer idealizadora do projeto Vibrar com Parkinson, que foi diagnosticada com Parkinson de Início Precoce aos 36 anos de idade. Daniele hoje faz parte da comissão de Direitos Humanos no Senado Nacional, que defende e viabiliza políticas públicas em favor das pessoas com a doença de Parkinson. “A participação do GRAPP – Caçador neste 4º Encontro Catarinense sobre a Doença de Parkinson demonstrou que grupos de apoio têm papel importantíssimo no cuidado com os pacientes, bem com o cuidador, que também deve ser cuidado e acompanhado principalmente pelo profissional da enfermagem”, comenta a professora Sandra.

O Grupo de Apoio de Caçador, idealizado pela professora Sandra Elisa Muncinelli, que foi diagnosticada com Parkinson há três anos, destacou-se como o único grupo de apoio do interior do Estado de Santa Catarina. “Estamos fazendo parte da comissão que estará discutindo e elaborando Políticas Públicas para o atendimento e tratamento das Pessoas com Parkinson do Estado de SC e do Município de Caçador”, relata. Fonte: Jmais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário