sábado, 9 de dezembro de 2017

Justiça brasileira autoriza cultivo de maconha para idosa com Parkinson


 8 de dez de 2017 - Um juiz federal de Natal (RN) autorizou em novembro a importação e o cultivo de maconha para uma mulher de 65 anos diagnosticada com doença de Parkinson.  Esse é o primeiro caso do país a autorizar o cultivo e a importação da erva para uma pessoa idosa e também o primeiro para a doença de Parkinson. A 2ª Vara Federal do Rio Grande do Norte concedeu um habeas corpus preventivo a uma paciente de uso terapêutico de maconha diagnosticada com doença de Parkinson.

A Plataforma conversou com Gabriel Bulhões, advogado da paciente que conseguiu o salvo-conduto. Na entrevista, o advogado, de Natal, detalha a decisão judicial e conta sobre o processo de aceitação do tratamento à base de cannabis pela própria família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário