segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Atenção: Tontura pode ser sinal de AVC e automedicação pode causar Parkinson

segunda-feira, 5 dezembro, 2016 - É difícil não encontrar alguém que nunca sentiu tontura. No entanto, quando a tontura pode ser considerada um sinal mais grave ao ponto de ter que procurar um especialista? Aquela sensação do mundo estar girando quando se levanta da cama cedo ou então quando vira bruscamente o rosto de um lado para o outro são características comuns relatadas por pacientes. O neurologista Alex Soares explica que existem diversos tipos de tonturas e afirmou que este sintoma não pode ser banalizado, já que pode ser um sinal até mesmo de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

avc“As tonturas são queixas bastante frequentes. É um sintoma que fica em uma área comum a medicina, a neurologia e a otorrinolaringologia. Podem se manifestar nessas duas áreas. Uma doença neurológica comum que tem como sintoma a tontura é a enxaqueca. A tontura pode ser sinal de uma simples doença do labirinto, mas pode ser também algo grave. Pode ser por exemplo um AVC. Tontura tem muitas causas . Então é preciso ser investigado”, alertou.

O neurologista frisou também para a automedicação para combater a tontura. O risco é grande ao ponto de desenvolver a doença de Parkinson. “O tratamento pode ser com medicação e existem tratamento sem medicação. Pode usar remédios, mas por um curto período de tempo. Existem alguns tipos de substâncias usadas para tontura que o uso prolongado pode trazer efeitos ruins, como desenvolver um quadro semelhante a doença de Parkinson pelo uso crônico”, disse.

Dr. Alex citou também um caso de tontura muito frequente que atinge os idosos, que é a Vertigem Posicional Paroxistica Benigna (VPPB). “Tem um tipo de tontura muito frequente que acomete os idosos que é a Vertigem posicional paroxistica benigna. Ocorre por que no nosso labirinto tem umas “pedrinhas” de carbonato de cálcio. Com a idade algumas dessas pedrinhas podem se soltar e cair nos canais semicirculares e bagunçar o fluxo do líquido que fica no canal. Acaba que quando se vira a cabeça rapidamente sente a tontura. Muitas pessoas já tiveram esse tipo de tontura. O diagnóstico é pela história do paciente e também no consultório fazemos alguns testes. Nesse caso da VPPB fazemos uma manobra para a pedrinha voltar para o lugar, sendo essa a principal forma de tratamento . Em alguns casos utilizamos medicação por pouco tempo”, comentou, alertando mais uma vez: “Não se deve banalizar a tontura. É preciso procurar um especialista e evitar a automedicação”, finalizou. Fonte: RN Mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário