quinta-feira, 25 de maio de 2017

Estudo analisa quase 80 mil pessoas e identifica 52 genes ligados à inteligência

Pesquisa foi publicada pela revista 'Nature' e foi realizada pela Universidade Livre de Amsterdã.

25/05/2017 - Um grupo de cientistas identificou 52 genes que influenciam a inteligência dos seres humanos, de acordo com publicação da revista "Nature". Destes, 40 são descobertas completamente novas. A pesquisa analisou 78.308 pessoas.

"Estes resultados são muito emocionantes, porque fornecem associações muito fortes com a inteligência. Os genes que detectamos estão envolvidos na regulação do desenvolvimento celular e são especificamente importantes na formação de sinapses e outras funções neurais. Essas descobertas, pela primeira vez, fornecem pistas claras para os mecanimos biológicos subjacentes da inteligência", disse Danielle Posthuma, da Universidade Livre de Amsterdã, autora principal do estudo.
O estudo também mostrou que os genes com influência sobre a inteligência são correlacionados com os ligados à realização educacional e, também, embora com menos força, ao tabagismo, volume craniano, circunferência da cabeça na infância, autismo e altura.

"Essas correlações genéticas mostram as vias biológicas comuns para a inteligência e outras características. Sete genes para a inteligência também estão associados à esquizofrenia, nove com o índice de massa corporal (IMC) e quatro deles são ligados à obesidade. Esses três traços têm uma correlação negativa com a inteligência", diz Suzanne Sniekers, também autora do estudo. "Assim, a mesma variante do gene que tem um efeito positivo na inteligência, tem um efeito negativo na esquizofrenia, no IMC e na obesidade".

De acordo com os pesquisadores, estudos futuros deverão ir além de apenas identificar os genes, mas também precisarão esclarecer o seu papel exato e entender melhor a relação entre as diferenças genéticas e os níveis de inteligência. Fonte: Globo G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário