quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Pente-fino do INSS - Prazo de cinco dias para revisão preocupa segurados. Veja o que fazer.

19 de outubro de 2016 - No pente-fino do INSS, os beneficiários estão sendo chamados cinco dias antes da data agendada para a perícia. A presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário informa que os beneficiários estão com pouco tempo para juntar a documentação necessária.

- O segurado não consegue nem marcar uma consulta ou exame. E a maioria é atendida pelo SUS. – comentou Jane Berwanger em entrevista ao programa Destaque Econômico.

O prazo tinha que ser de 30 dias, defende a presidente do IBDP. Enquanto isso, Jane explica que o segurado pode pedir reconsideração. Isso dá três meses, mas o pagamento do benefício é suspenso.

- Ou a pessoa pode imediatamente entrar na Justiça. Ou, depois, pedir o pagamento retroativo.

Leia também: Dez tipos de fotos do Facebook que podem cair no pente fino dos peritos do INSS

Quem está sendo chamado?

Berwanger explica que o pente-fino tem chamado principalmente pessoas mais jovens e com benefícios mais antigos. Outro ponto que chamou a atenção da presidente do instituto é a declaração da associação de peritos do INSS de que metade dos benefícios está errada desde a origem porque foi concedida de forma irregular.

- É necessária uma investigação sobre a gravíssima afirmação de que metade segurados estavam recebendo indevidamente porque estavam trabalhando ou porque nem tinham contribuído para a Previdência. Quem deveria ser responsável por analisar se havia contribuição ou não: os peritos ou os servidores do INSS? De certa forma, o presidente da Associação acusa os servidores do INSS de terem concedido milhares de benefícios irregularmente. Fonte: Clic RBS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário