segunda-feira, 25 de julho de 2016

6 Últimos comentários em Mensagem aos Recém Diagnosticados

6 comentários:

  1. Entendo o que quer dizer...
    No momento sinto receio de ficar sem emprego, escondo de todos meus empregadores. O que não sai de minha cabeça é: Como vou pagar meu tratamento se eu perder o emprego? Como vou me tratar se trabalho manha/tarde/noite?
    Pra onde corro, meu amigo?
    ResponderExcluir

    Respostas


    1. se estás empregado formalmente, pagas compulsoriamente o INSS. Peça auxílio doença e em breve serás aposentado por invalidez, percebendo de acordo com a contribuição. Vá desde já adequando seus gastos ao benefício, o que não é fácil, sabe-se. Não desanime!
      Excluir
    2. Sou dona de casa e vou fazer a cirurgia do parkson, gostaria de saber de tenho direito a me aposentar. E goataria de saber também se tenho direito ao medicamento neupro pelo sus
      Excluir
    3. Neuza, voce já testou o medicamento "Neupro"? Pois se não oriento que faça!
      No meu caso, não foi indicado, pois os efeitos colaterais foram piores que os medicamentos anteriores. Portanto, voltei aos mesmos anteriores!
      Excluir
  2. Fiquei no INSS durante 10 anos a tres anos atras me deram alta definitiva, e nunca fui aponsentada disseram na ultima pericia q eu era adpta a trabalhar.Hj não consigo emprego devido a idade e ao Parkinson
    estou separada vivo com meu filho dependendo do pai e sendo humilhada q sou uma inutil.Recorri varias vezes q perdi.meu neuro esses dias disse q posso trabalhar.Pq meu Parkinson e fraco e so atingiu a corrdenação motora ou seja tremo mto dependo da mão e ai.Revoltada.
    ResponderExcluir
  3. Olá, também fui diagnosticado com a doença de Parkinson no ano de 2012 e só tenho 50 anos, e não entrei em declínio por causa da doença. Mesmo há 4 anos ainda continuo com a mesma firmeza de antes. No princípio me passaram muitos pensamentos negativos mas nunca desanimei, hoje em dia eu procuro sempre está em movimento porque antes eu era muito atarefado e sempre estava fazendo alguma coisa, eu sei que a doença nos torna limitados para algumas coisas mas em compensação as poucas coisa que ainda posso fazer as faço com alegria e dedicação. A doença de parkinson não é o fim. O meu segredo é DEUS, Ele é quem me dá força através da sua graça por meio de seu filho amado JESUS CRISTO. O meu conselho é: BUSQUE EM DEUS A SOLUÇÃO PARA O SEU PROBLEMA PORQUE ELE É FIEL PARA LHE AJUDAR.
    ResponderExcluir

Um comentário:

  1. Quanto ao Inss. Se efetivamente tens Parkinson, ele não tem cura, ainda. Se o Inss te deu alta, o Inss está errado. Junte 3 laudos médicos que atestem o diagnóstico e procure advogado previdenciário, o Inss tem que dar aposentadoria, é lei.

    Quanto aos remédios - Não inicie, não modifique nem interrompa seu tratamento sem orientação médica.

    ResponderExcluir