domingo, 1 de maio de 2016

TENTATIVAS DE RESPOSTAS A COMENTÁRIOS FEITOS DE FORMA DISPERSIVA NESTE BLOG.

Obs.: Não sou autoridade em nada nem possuo poder de decisão em nenhuma instância. Tais respostas tem por objetivo dar satisfação ao questionadores, que muitas vezes acorrem como uma situação última, de angústia e desespero, face às agruras trazidas por essa odiosa doença de parkinson.

Comentário 1: Fiquei no INSS durante 10 anos a tres anos atras me deram alta definitiva, e nunca fui aponsentada disseram na ultima pericia q eu era adpta a trabalhar.Hj não consigo emprego devido a idade e ao Parkinson estou separada vivo com meu filho dependendo do pai e sendo humilhada q sou uma inutil.Recorri varias vezes q perdi.meu neuro esses dias disse q posso trabalhar.Pq meu Parkinson e fraco e so atingiu a corrdenação motora ou seja tremo mto dependo da mão e ai.Revoltada. em Mensagem aos Recém Diagnosticados
Cleo Costa
em 27/04/16.

RESPOSTA: O parkinson não tem cura e é uma doença progressiva irreversível, não só no Brasil como no mundo inteiro. Logo o médico que lhe deu alta, caso o dignóstico inicial tenha sido correto, é um incompetente e ignorante que merece ser denunciado no Conselho Regional de Medicina de seu estado. Consiga um bom advogado e pau no INSS.

Comentário 2: Sou dona de casa e vou fazer a cirurgia do parkson, gostaria de saber de tenho direito a me aposentar. E goataria de saber também se tenho direito ao medicamento neupro pelo sus em Mensagem aos Recém Diagnosticados

RESPOSTA: Se você contribui para o INSS certamente tem direito à aposentadoria. Quanto ao Neupro, informo que o mesmo não faz parte do obsoleto rol de medicamentos a serem distribuídos gratuitamente pelas farmácias estaduais e municipais.

Comentário 3: ola minha mae tem parkinson ha quse tres anos e o primeiro medico quem a tratou getulio dare faleceu fomos num discipulo seu portanto ela usa parkdopa quatrocentas miligramas e uma dose que controla bem e nao a faz tremer mas o novo medico resolveu associar o neupro para melhorar seu equilibriosendo que o medico antigo tinha me orientado que no decorrer dos anos aumentaria as doses do parkdopa portanto esta no primeiro mes de uso e pelo que ja li e uma medicacao nova pergunto sera que este medico nao se preciptou ja que este medicamento tem efeitos colaterais fortes mas minha mae ate entao nao apresentou nenhum sintoma. em Há alguém usando "patches" Neupro para o Parkinson?
Helaine
em 20/04/16

RESPOSTA: Procure um médico com o qual sinta empatia, para falar francamente sobre os efeitos que sua mãe sente com os remédios.

Comentário 4: I am visiting friends in Belo Horizonte and am looking for a Kombucha Scoby and starter to make it for them. They have a son with Autism. If anyone knows of anyone here that might have one to share, we would so appreciate knowing. Thank you. Nancy em "Saiba Aqui como Prevenir e Regredir Doenças Neurológicas como Alzheimer e Parkinson a partir do seu Intestino"
wams
em 03/04/16

RESPOSTA: Não conheço ninguém com altismo e desconheço os efeitos do kombucha para esta disfunção.


Comentário 5: sim, mas o que exatamente define que essas proteínas tornaram-se tóxicas e levar a morte determinadas células cerebrais? Qual a causa? o que compreendi nessa matéria que ocorreu a identificação das proteínas, mas não propriamente a identificação da causa, correto?, por Unknown.
em 26/03/16

Ainda não entendi qual realmente é a causa. em Cientista grega identifica causa a doença de Parkinson, por Unknown
em 25/03/16

RESPOSTA: Correto.

Comentário 6: Gente se o Djavan afirma que não tem parkinson, vamos deixar de palhaçada e acreditar na pessoa mais interessada nessa questão, que no caso é o próprio Djavan, eu acredito no cara, e vou mais além, eu estou na torcida para que realmente nosso artista nunca venha a ser acometido por tal doença. Saúde e longevidade Djavan!!!!! em Djavan
Acaua Oficial
em 12/03/16

RESPOSTA: Com certeza: saúde e longevidade para Djavan, o fato é, com todo o respeito, que entendo não ser a matéria uma "palhaçada". A obtenção de um adequado diagnóstico é de fundamental importância para que a pessoa acometida possa tomar medidas que atrasem ao máximo a evolução dos sintomas, e em que pese não existi-las de maneira objetiva, pois ficamos de mãos amarradas ante a doença, podemos mudar alguns comportamentos em nosso estilo de vida, como intensificar exercícios físicos enquanto o Parkinson não assume maiores proporções. O diagnóstico precoce pode ajudar na longevidade e na saúde. em Djavan

Comentário 7:
Excelente! em 6 coisas que você nunca deve dizer a alguém com a doença de Parkinson
SANDRA
em 10/03/16

RESPOSTA: Nada a observar.

Comentário 8:
Também me interesso pela possível cura através de células-tronco. Se puder enviar algum material, eu agradeço. martins@pucgoias.edu.br em Quando brincar com o Parkinson é pior do que tremores
toteraca
em 07/03/16

RESPOSTA: Mais informações, neste blog, acerca de células tronco, podem ser vistas em Etiquetas/Marcadores na coluna da direita, em baixo, indexado por palavras chave.

Comentário 9:
Fala-se muito em experimentos produtores da "cura". Dizem que o rato, o macaco etc. foram testados e sarados. E que já estão prestes a testar no homem. Mas nunca passa disso. Isso é uma desgraça. Essa enganação a nós parkinsonianos. Não aguento mais sofrer essa merda de doença, sabendo que a ciência tem a cura fácil nas mãos. Penso que se existe justiça nesse universo, as pessoas que hoje lucram com a desgraça dos outros, hão de sofrer cada milímetro de DP a nós atribuídos. em A "cura" por terapia genética para Parkinson
toteraca
em 22/02/16

RESPOSTA: Concordo.

Comentário 10:
isso é a SUA opinião. De "nada" até porque o uso milenar indígena da ayahuasca é um uso dela juntamente com diversas outras plantas de cura da floresta. E tudo ao mesmo tempo na força. Essa história de que só a ayahuasca presta e pronto e acabou é um fanatismo sem sentido. Existem muitos tipos de trabalho. Existem trabalhos que você pode fazer só com a santa bebida e existem trabalhos que você pode abrir uma verdadeira roda de medicinas e usá-las em conjunção com a santa bebida e os resultados são ótimos também. Os índios huni kuin do acre usam essa bebida desde sempre com o rapé e a cannabis. Chamada por eles de shuru dumê, uma variedade nativa da floresta. Huni significa cipó e kuin significa fumaça. Então é o povo originário da floresta que se criou na força do cipó e da erva e o estudo é sério. E sobre não ser alucinógeno, a verdade é que isso são só nomes. As pessoas quando pensam em alucinação já pensam em algo que não existe, num delírio, mas se pode chamar sim de em A planta alucinógena que "cura" Alzheimer e Parkinson
em resposta a ESCLARECIMENTO - O Daime ou o Vegetal, não são "alucinógenos";...... São enteógenos, viu.... Com união do mariri e da chacrona.... Nada mais, só os dois vegetais sagrados... SAIBA MAIS - https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ente%C3%B3geno,
Gentileza gera gentileza.
em 07/02/16

RESPOSTA: A intenção do post não é polemizar e sim, tentar apontar caminhos alternativos, sem obstáculos preconceituosos, aos que estejam atingidos pelo Parkinson, sem desmerecer outras alternativas. em A planta alucinógena que "cura" Alzheimer e Parkinson

Nenhum comentário:

Postar um comentário