domingo, 13 de setembro de 2015

Exercícios adequados para pessoas com Parkinson

Sáb, 12 de Setembro de 2015 - Parkinson é uma doença que leva à incapacidade progressiva, que ainda não possui uma cura e apenas poucos tratamentos para amenizar os sintomas. Neste sentido, os exercícios são a melhor forma de atrasar ou adiar o aparecimento dos sintomas e da doença em si. Hoje vamos te ensinar quais são os exercícios mais adequados para as pessoas com Parkinson.
Você sabe quais são os exercícios mais adequados para pessoas com Parkinson? Vamos te contar em nosso site de Saúde. Parkinson é uma doença neurodegenerativa crônica que leva à incapacidade progressiva. Os neurônios pigmentados são destruídos e se produzem alterações nas funções autônomas e na expressão das emoções. Afeta igualmente homens e mulheres, sendo frequente que apareça em torno dos sessenta anos.

Até agora, não foram encontrados marcadores biológicos que permitam identificar a doença, com isso o diagnóstico baseia-se na detecção de alguns sintomas.

Embora atualmente não exista um remédio para esta doença que não seja a realização de alguns exercícios básicos que podem atrasar ou adiar temporariamente a doença.

Embora a maioria dos exercícios possa ser realizados sozinhos seria ideal que o paciente pudesse estar acompanhado.

Para exercitar a respiração inspiraremos enquanto levantamos os braços acima da cabeça e quando expiramos os baixamos.

Os melhores exercícios para o tratamento de Parkinson:

Para o pescoço e a cabeça temos vários exercícios:
Movimentar a cabeça de um lado para o outro aproximando o ouvido do ombro.
Girar a cabeça da esquerda para a direita tentando tocar com o queixo os ombros.
Girar a cabeça no sentido horário para, em seguida, fazê-lo no sentido contrário.

Para fazer atividade física podemos fazer caminhada. Primeiro com distâncias curtas que durem cerca de cinco minutos para aumentar o tempo até o tempo de 20 minutos.

É preciso controlar o pulso e realizar um aquecimento prévio. Se ninguém puder te acompanhar é melhor ir caminhando próximo da parede. Durante o caminho temos que tentar ir o mais reto possível e mover o peso do corpo sobre a perna que avançamos.

Promover os membros inferiores é importante, para conseguir isso nos sentaremos em uma cadeira, com os braços ao lado do corpo. Levantamos a perna e contamos até cinco e baixamos, repetindo o exercício 10 vezes. Também podemos nos deitar de costas, dobrar o joelho e trazê-lo o mais próximo possível até o peito. Estendemos a perna e o fazemos com a outra. Repetimos 10 vezes a operação.

Com o objetivo de exercitar os ombros, os levantamos para cima e retornamos a posição normal, os empurramos para frente e depois para trás.

Outra atividade que podemos praticar para ajudar os nossos ombros é nos colocarmos de frente ao ângulo de um canto, colocar uma mão em cada lado e esticar os braços. Inclinaremos-nos até o ângulo da parede, dobrando e esticando os braços e ombros. Repetimos o exercício 10 vezes.

Abrir e fechar a mão, estender e fechar os dedos de cada mão, assim como rodar suavemente os pulsos vai ajudar nossas mãos e dedos.

Deitados na cama levantamos a perna tanto quanto pudermos, sem dobrar o joelho e retornamos a posição original. Faremos o mesmo com a outra perna e repetimos 10 vezes. Fonte: Nas Malhas da Lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário