quinta-feira, 27 de julho de 2017

Mulher acorda de estado vegetativo após tomar remédio para Parkinson

julho 23, 2017 - Uma mulher de 36 anos acordou do estado vegetativo, sendo capaz de falar e movimentar os membros, após tomar um remédio criado para doença de Parkinson. A paciente perdeu todos os movimentos do corpo após um derrame. Passou nove meses sem conseguir falar, se alimentar ou respirar. Em completo estado vegetativo, ela foi medicada com a droga, batizada como Amantadina. Dezesseis dias depois, ela acordou e retomou a consciência, apesar de não conseguir lembrar do período no qual esteve em “coma”. Foi encaminhada para outro hospital, onde reaprendeu a falar, comer e até mesmo ficar de pé.

O caso foi registrado em um boletim médico da Universidade de Berlim. No documento, não é especificada a nacionalidade da paciente, mas acredita-se que ela seja alemã. A Amantadina aumenta a quantidade de dopamina (conhecida como “molécula da motivação”) no cérebro. É uma droga de sucesso na recuperação de pacientes com mobilidade reduzida, mas nunca tinha sido apontada como cura para o estado vegetativo. Os médicos devem agora estudar o caso para buscar conexões entre a droga e a cura da mulher. Ainda assim, alguns pesquisadores apontam que esta pode não passar de um golpe do destino. “Não existe nenhuma evidência real de que esta melhora não foi só uma coincidência”, afirmou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail o neurologista Karl Herholz. Fonte: Curiosamente. Veja em inglês no Daily Mail.

Nenhum comentário:

Postar um comentário