quinta-feira, 9 de março de 2017

PF faz buscas no Instituto de Psiquiatria das Clínicas

09/03/2017 - Nova fase da Operação Dopamina, que investiga superfaturamento na compra de aparelhos para tratamento da doença de Parkinson, foi decretada pela 9ª Vara Federal de São Paulo a pedido da Procuradoria da República.

O Ministério Público Federal, em São Paulo, informou nesta quarta-feira, 8, que a 9ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo determinou busca e apreensão de materiais cirúrgicos reprocessados em salas, armários e depósitos da Divisão de Neurocirurgia Funcional do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. A ordem é de 15 de fevereiro.

Segundo denúncia recebida pelo Ministério Público Federal, após a deflagração da Operação Dopamina, em julho de 2016, e confirmada em depoimentos, eletrodos e estimuladores cerebrais, além de agulhas e outros materiais cirúrgicos descartáveis, que eram comumente utilizados para o tratamento do Mal de Parkinson eram reaproveitados pelo médico Erich Fonoff e sua equipe clínica, que integram o Núcleo de Neurocirurgia Funcional do HC, chefiado pelo médico Manoel Jacobsen.(COM INFORMAÇÕES ESTADÃO) Fonte: Notícias Brasil On Line.

Nenhum comentário:

Postar um comentário