terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Associação de Parkinson organiza bloco treme-treme

Bloco sairá da rua da Aurora e realizará uma corrente de pessoas para dar um abraço em torno do quarteirão

14/02/17 - A associação Pernambucana de Parkinson todos os anos organiza um bloco de carnaval que sai às ruas do Recife para saudar o carnaval desde 2007. A ideia de fundar o bloco surgiu da atual presidente da associação, Teresinha Veloso, e de uma voluntária, a fonoaudióloga Maria Lúcia Gurgel. Todos os anos o bloco se concentra em uma praça para depois seguir em cortejo. Mas este ano a novidade é que sairá da Rua da Aurora e o trajeto consistirá em fazer uma corrente de pessoas para dar um grande abraço em torno do quarteirão.

O Parkinson é um distúrbio no sistema nervoso central que afeta os movimentos do indivíduo. Os sintomas pautam-se em tremores, rigidez muscular e lentidão dos movimentos. Ela pode provocar um desequilíbrio na fala e na escrita, mas não afeta a capacidade intelectual e nem a memória. Em Pernambuco, cerca de 5.000 pessoas foram diagnosticadas com a doença, que possui tratamento, mas não possui cura.

O intuito do bloco é promover a alegria e de alguma forma apostar no tratamento da doença por meio da brincadeira de carnaval, como conta Teresinha Veloso, “a gente queria que as pessoas com Parkinson pudessem exercitar a voz e o corpo, saindo de casa para participar da festa mais importante da cultura Pernambucana e levar à mensagem a sociedade de que apesar de tudo é possível se divertir”.

Todos os anos o bloco sai tradicionalmente oito dias antes do bloco Galo da Madrugada e o figurino fica por conta da imaginação de cada folião. A orquestra que acompanhará o Treme Treme ainda não foi confirmada. Para Edvaldo Freitas, paciente da associação desde 2008, “O treme treme ajuda a esquecer os problemas e as dificuldades, quando tô lá esqueço do mundo”.

Apesar de toda a alegria depositada no bloco, a associação de Parkinson de Pernambuco, responsável por promover a folia, está passando por problemas de locação e isso tem preocupado bastante os voluntários da associação.

Anteriormente o responsável por pagar a sede era o vereador Eurico Freire, mas não foi reeleito. Por este motivo, ainda não sabem pra onde vão se perderem a casa. “Estamos tentando sensibilizar o governo, que já havia nos prometido uma sede há três anos”, conta Teresinha Veloso.

Serviço
Bloco do Treme Treme
Data: 18 de fevereiro de 2017
Horário: a partir das 9h
Concentração: Rua da Aurora, 237.
Fonte: Folha PE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário