terça-feira, 18 de outubro de 2016

Inalar maconha reduz os sintomas da doença de Parkinson

17 outubro, 2016 - De acordo com novo estudo, fumar maconha melhora significativamente os sintomas do mal de Parkinson após 30 minutos. As informações são do Extract Suntimes.

Pacientes que sofrem com os sintomas da doença de Parkinson experimentam uma redução da dor e melhora da função motora após inalar maconha, de acordo com nova pesquisa clínica.

Conduzida por cientistas da Universidade de Tel Aviv e do Centro Médico Rabin, em Israel, o estudo envolveu 20 pessoas com doença de Parkinson, que foram avaliadas antes e trinta minutos depois do consumo de maconha.

Publicado recentemente na revista “European Journal of Pain”, o estudo mostra que os pacientes que fumaram maconha viram uma melhora significativa nos sintomas após 30 minutos.

Os pacientes foram avaliados posteriormente para verificar-se os efeitos da maconha a longo prazo e os pesquisadores descobriram que, “após a exposição a longo prazo (em média 14 semanas), a média de limiar de dor diminuiu significativamente no membro mais afetado”.

Para comprovar os efeitos positivos da maconha, o aposentado britânico Ian Frizell gravou um vídeo para mostrar o efeito da cannabis no seu corpo e no tratamento dos sintomas da doença de Parkinson. Assista ao vídeo neste link. Fonte: Smokebuddies.

Nenhum comentário:

Postar um comentário