quarta-feira, 22 de junho de 2016

Impacto da KinetiGraph para uso pessoal com pacientes de Parkinson a ser estudado

Wed, 2016/06/22 - Um estudo clínico irá explorar o impacto da medida objetiva contínua de movimento em pacientes com doença de Parkinson usando Global Kinetics Corp.'s Personal KinetiGraph (PKG) o sistema de gravação de movimento pessoal da Global Kinetics Corp. KinetiGraph (PKG). A Mundial Kinetics, desenvolvedor da tecnologia móvel PKG, vai colaborar com a Fundação Nacional de Parkinson (NPF) no ensaio clínico.

A PKG, é um dispositivo usado no pulso que grava automaticamente os dados de movimento ao longo de um período de 6 dias, fornece uma avaliação precisa e objetiva de alterações na mobilidade em pacientes com doenças e condições que afetam as habilidades motoras.

Os médicos podem fazer download de informações detalhadas sobre os sintomas do paciente em poucos minutos, identificando mudanças e tendências que podem ser considerações importantes no diagnóstico e tratamento da doença de Parkinson. O dispositivo também pode alertar os pacientes quando é hora de tomar medicação prescrita e o paciente pode reconhecer medicação tomada usando o dispositivo.
The Personal KinetiGraph (PKG) movement recording is a tool that doctors can use as part of their treatment and management program for patients with movement disorders. (Image courtesy Global Kinetics Corp.)
A gravação de movimento pessoal KinetiGraph (PKG) é uma ferramenta que os médicos podem usar como parte de seu programa de tratamento e gestão de pacientes com distúrbios do movimento.

A doença de Parkinson é uma desordem de movimento crônica, progressiva que afeta a vida de pelo menos meio milhão de pacientes nos Estados Unidos. Os distúrios motores (ou movimento) relacionados aos sintomas da doença de Parkinson são bradicinesia (lentidão de movimentos), rigidez, tremores e instabilidade postural.

Outros sintomas não-motores incluem dificuldades de deglutição e de fala, comprometimento cognitivo, depressão ou outras alterações emocionais. À medida que a doença progride, os sintomas podem interferir com as atividades diárias. A doença de Parkinson pode ser difícil de diagnosticar e atualmente não há cura. No entanto, uma variedade de medicamentos e cirurgia podem ajudar a aliviar os sintomas de alguns pacientes.

O novo projeto de pesquisa clínica será um multi-center de ensaio clínico randomizado envolvendo mais de 400 pacientes de Parkinson realizados como parte dos resultados do projeto Estudo de Registro do NPF Parkinson, que começou em 2009 como um elemento central da Iniciativa de Melhoria da Qualidade do NPF.

O estudo tem crescido para se tornar uma colaboração de pesquisa entre mais de 20 centros especializados do distúrbio de movimento principal e é agora o maior estudo clínico da doença de Parkinson, com cerca de 9.000 pacientes inscritos em quatro países.

"Nosso objetivo ... é identificar práticas clínicas que fazem a diferença em resultados para o paciente", Peter Schmidt, PhD, NPF VP sênior, observou. A esperança é que este novo estudo PKG vá mostrar como podemos usar a tecnologia para fornecer informações, orientar melhor e mais eficaz nas decisões clínicas, ajudando mais pessoas com Parkinson para atingir os melhores resultados que possam, e que será capaz de traduzir isso em outros ambientes de cuidados. "

De acordo com os dados até agora da NPF, existe atualmente grande variabilidade na utilização de diferentes medicamentos e planos de tratamento em doença de Parkinson. No planejamento para o atendimento ao paciente, os médicos geralmente dependem de avaliação clínica, auto-relato de sintomas e resposta à medicação do paciente para orientar a terapia, aumentando potencialmente o risco de resultados inconsistentes e diversos.

"Os pacientes de Parkinson Alguns estão prosperando, enquanto outros não estão", disse Schmidt. "Nosso objetivo é determinar o que faz a diferença.

O sistema PKG foi aprovado pelo FDA nos EUA em 2014. Original em inglês, tradução Google, revisão Hugo. Fonte: Mdtmag.

Nenhum comentário:

Postar um comentário