sábado, 12 de março de 2016

Filho denuncia falta de medicamento para mãe com doença de Parkinson

Conforme Claudemir Feitosa, Prefeitura de Boa Vista deixou de distribuir o remédio Prolopa há cerca de um mês

11/03/2016 - Na manhã de hoje, 11, o filho de uma paciente diagnosticada com doença de Parkinson acionou a Folhaweb para denunciar a falta da distribuição do medicamento Prolopa, em Boa Vista.

Conforme Claudemir Feitosa, há anos o remédio não é encontrado nos postos de saúde do município, mas, uma ação civil pública do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) de 2013, garantiu a entrega do medicamento para a sua mãe, Francisca Feitosa, de 57 anos, por tempo indeterminado.

Com a decisão, Claudemir recebia o medicamento em nome da sua mãe, no ponto de distribuição da Prefeitura, localizado no bairro São Francisco, porém, desde fevereiro, o remédio está em falta e sem previsão para retorno.

“Ela precisa tomar quatro caixas por mês e cada caixa é R$ 70 reais, fica muito pesado. Além dela, devem ter outros pacientes que também sofrem com isso e não podem pagar. É um descaso muito grande”, relatou Claudemir.

OUTRO LADO
A Folhaweb entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista sobre o caso e até o momento não obteve retorno. Fonte: Folha de S.Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário