sábado, 14 de novembro de 2015

Crise brasileira e fundamentalismo religioso



Após os atentados em Paris, realmente difícil entender o fundamentalismo religioso, particularmente o islâmico-

Mas sobre a crise brasileira e fundamentalismo religioso tem uns pensamentos insubstituíveis:

- Pouca saúde, muita saúva (sanguessugas) os males do Brasil são. - Macunaíma.

- A palavra Deus para mim é nada mais que a expressão e produto da fraqueza humana, a Bíblia, o Alcorão ou a Torá, são umas coleções de lendas honradas, mas ainda assim primitivas, que são bastante infantis. - adaptado de Albert Einstein.

Tudo isso só pode ser atribuído às nossas fraquezas, às fraquezas do ser humano, ou que o leva ao inumano, ser criminoso. resta-nos chorar e vigiar, infelizmente.

Sem refletir profundamente sobre as origens do terror islâmico é impossível que a situação mude.

Obama, quando anunciou a morte de Bin Laden, disse famosamente que o mundo ficara mais seguro.

Os episódios de ontem em Paris mostram quanto Obama se equivocou – lamentavelmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário