sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Alterações morfométricas no sistema de recompensa de pacientes com doença de Parkinson com transtornos do controle do impulso

2015/10/16 - Transtornos do Controle do Impulso (ICDs) ocorrem em um subgrupo de pacientes com doença de Parkinson (DP) que estão recebendo terapia de reposição de dopamina. Neste estudo, o objetivo foi investigar alterações estruturais dentro dos córtices mesocorticais e estruturas límbicas subcorticais em pacientes com DP com ICDs. Foram estudados 18 pacientes com DP com ICDs, 18 pacientes com DP sem ICDs e um grupo de 24 controles saudáveis ​​pareados por sexo. Análises da espessura cortical (CTH) e do volume de núcleos subcorticais foram realizados utilizando o pacote de análise automatizada FreeSurfer (versão 5.3.0) baseada em superfície. Foram encontradas diferenças significativas nas medidas de MRI entre os três grupos. Houve perda de volume no núcleo accumbens de ambos os pacientes com DP com ICDs e sem ICDs em comparação com o grupo controle. Além disso, os doentes com DP ICDs mostrou atrofia significativa no caudado, hipocampo e amígdala em comparação com o grupo de controles saudáveis. Pacientes com DP com ICDs tinham aumento significativo da espessura cortical no rostral córtex cingulado anterior e pólo frontal em comparação com pacientes com DP sem ICDs. Espessura cortical em cingulado anterior rostral e o pólo frontal foi aumentado em pacientes com DP com ICDs em comparação ao grupo controle, mas as diferenças não conseguiram chegar a níveis corrigidos de significância estatística. Pacientes com DP com ICDs mostraram aumento da espessura cortical em regiões pré-frontais medial. Especula-se que estes resultados reflitem quer um traço de vulnerabilidade neuronal pré-existente a impulsividade ou a expressão de uma plasticidade sináptica maladaptativa sob estimulação dopaminérgica não fisiológica. Original m inglês, tradução Google, revisão Hugo. Fonte: Journal of Neurology.

Nenhum comentário:

Postar um comentário