quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Há um ano, cinema perdia Robin Williams; relembre momentos da carreira do ator

11 Agosto 2015 | Há exatamente um ano, o ator americano Robin Williams foi encontrado morto em sua casa na Califórnia. Ele tinha 63 anos, e depois foi comprovado por meio das autópsias que ele acabou com a própria vida. Vítima de uma depressão severa há alguns anos, também foi revelado após a sua morte que Williams lutava contra a doença de Parkinson. Mais recentemente, ainda veio a público que o ator designou em seu testamento a não utilização da sua imagem por pelo menos 25 anos – ou seja, até 2039.

No fim de março, um juiz instruiu os advogados que representam o espólio e os herdeiros de Robin Williams a trabalharem na resolução de disputas entre os três filhos adultos e a viúva do ator, que discordam sobre a divisão de propriedades e dinheiro deixados. Fonte: O Estado de S.Paulo, com links.

Família disputa herança de Robin Williams um ano após morte do ator
11/08/2015 - A viúva e os filhos de Robin Williams seguem sem acordo sobre a herança do ator ganhador do Oscar por "Gênio Indomável" (1997). Nesta terça (11), a morte do ator completa um ano

Williams, de 63 anos, se enforcou com um cinto após um tempo lutando contra uma depressão severa, segundo revelou sua mulher, Susan Schneider, que explicou que o intérprete tinha sido diagnosticado recentemente com a doença de Parkinson.

O adeus do comediante gerou uma disputa entre Schneider e os três filhos de Williams de anteriores relações, Zachary, Zelda e Cody, por centenas de objetos pertencentes ao ator e pelos fundos da herança, que serão destinados à viúva a fim de que possa se manter pelo resto de sua vida.

As diferenças com relação às lembranças de Williams foram se resolvendo, apesar da quantia da fortuna do ator que a viúva e as partes receberão não ter sido definida. Não houve acordo sobre o montante, o que pode levar a um enfrentamento nos tribunais.

Williams, nascido em Chicago em 1951, tinha um longo histórico de abusos de cocaína e álcool desde os anos 80 e, embora manteve-se livre de suas dependências durante anos, teve uma recaída em 2006.

O ator trabalhou intensamente em 2014 e em julho decidiu se internar durante várias semanas em um centro de reabilitação em Minnesota "por precaução", disse então seu representante.

"A cocaína é a maneira que Deus tem de te dizer que está ganhando dinheiro demais", disse em uma ocasião.

Não foram detectados restos de álcool ou drogas ilícitas em seu sangue nas provas toxicológicas que foram realizadas em seu corpo.

Ao longo de sua carreira, Williams protagonizou filmes como "Patch Adams - O amor é contagioso", "Bom Dia Vietnã" e "Uma Babá Quase Perfeita". Fonte: Folha de S.Paulo.

Hollywood homenageia Robin Williams um ano após sua morte
11/08/2015 - A terça-feira (11) marcou o primeiro aniversário de morte do ator Robin Williams, encontrado inconsciente em sua casa em Tiburon, Califórnia.

O astro, 63, se enforcou com um cinto após um tempo lutando contra uma depressão severa, segundo revelou sua mulher, Susan Schneider, que explicou que o intérprete tinha sido diagnosticado recentemente com a doença de Parkinson.

Amigos e colegas de trabalho de Williams se manifestaram nas redes sociais para homenagear a memória do ator.

Sarah Michelle Gellar, que contracenou com ele na série "The Crazy Ones" (2013), postou uma foto do banco do filme "Gênio Indomável" (que rendeu a Williams o Oscar de ator coadjuvante em 1998) e a legendou com a citação de Ralph Waldo Emerson:

"Rir muito e com frequência; conquistar o respeito de pessoas inteligentes e a afeição das crianças; ganhar a apreciação de críticos honestos e suportar a traição de falsos amigos; apreciar a beleza; encontrá-la nos outros; deixar o mundo um lugar melhor, seja por uma criança saudável, um canteiro de jardim ou uma condição social redimida; saber que a vida de outra pessoa se tornou mais fácil porque você viveu. Isso é ser bem-sucedido", escreveu, completando com "Você conseguiu, RW".

LeAnn Rimes postou uma citação do filme e o número de telefone para a prevenção de suicídios. John Stamos escreveu em seu perfil no Twitter a frase de Williams: "Querido dinheiro, mande a mamãe", afirmando sentir falta do ator.

Também no Twitter, a conta oficial do Grammy lembrou do astro: "É bom fazer as pessoas rirem"; enquanto o perfil da Disney Music postou o verso "You ain't never had a friend like me!" ("Você nunca teve um amigo como eu", em português) da trilha sonora de "Aladdin", filme de 1992, em que o ator fez uma memorável dublagem do gênio da lâmpada.

O comediante Ian Royce, o ator Eric Lange e o cantor Luke Friend também postaram mensagens expressando a saudade de Robin Williams. Fonte: Folha de S.Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário