sábado, 15 de agosto de 2015

Guia de Aplicação - Neupro



Reproduzidas 6 páginas de 8 do Guia de Aplicação. Fonte: Embalagem do Neupro.

Com referência ao termo ergolínico, palavra não formalmente identificada no dicionário português da língua brasileira, tem-se: (...) Há duas classes de Agonistas Dopaminérgicos (AD), os ergolínicos e os não ergolínicos. Os derivados do ergot são a bromocriptina, pergolida, lisurida e cabergolina. Os não ergolínicos são a apomorfina, o pramipexol, ropinirol, rotigotina e o piribedil. O pramipexol e o ropinirol são mais bem tolerados que os demais.

Embora menos potentes que a levodopa, os AD são eficazes na fase inicial da DP e permitem que se
reduzam a incidência de complicações de longo prazo associados à levodopa, como as flutuações
motoras e as discinesias. No tratamento da fase avançada da DP, são drogas úteis como coadjuvantes
da levodopa minimizando as complicações. Há evidências recentes de que a utilização precoce dos
AD, pramipexol e ropinirol, na DP poderia exercer um efeito neuroprotetor. (...)  Fonte: Revista Neurociências adaptado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário