segunda-feira, 15 de junho de 2015

"MANGIARE IL CERVELLO DI PARENTI MORTI RENDE IMMUNI DA DEMENZA E PARKINSON"

"Comer o cérebro de parentes mortos traz imunidade à demência e ao Parkinson"

Domenica 14 Giugno 2015 - Pode parecer um menu de estilo Hannibal Lecter, ao invés disso, os cientistas descobriram que comer os cérebros de parentes falecidos poderia ajudar a tornar os indivíduos imunes à demência. O estudo foi conduzido em uma tribo em Papua Nova Guiné, onde os membros da comunidade foram capazes de evitar doenças. Para torná-los imunes, segundo a equipe de cientistas britânicos e Nova Guiné, que publicaram os resultados de sua pesquisa na revista Nature, apenas o costume de comer os cérebros de mortos durante as cerimónias fúnebres.

Os membros da tribo Fore demonstraram que desenvolveram uma forte resistência a perturbação de Kuru, uma doença degenerativa endémica rara e mortal em comparação com a BSE em gado (a chamada "doença das vacas loucas"). A doença já atingiu o seu pico em 1950, atingindo 2% da população a cada ano. Em sobreviventes foi identificado o gene 'príon de resistência', que inibe a proteína a partir da mutação de compostos em formulações que danificam o cérebro. O gene também imuniza contra outras doenças neurológicas, como o Parkinson. © RIPRODUZIONE RISERVATA (original em italiano, tradução Google, revisão Hugo) Fonte: Leggo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário